Através do requerimento 485/2021, o Vereador Marcos Sirley, o popular Sirley Mototaxis, solicitou uma nova eleição para a mesa diretora da Câmara Municipal de Açailândia, 2021/2022.

Para tanto, o parlamentar aponta em documento uma série de vícios que contaminaram a eleição realizada em janeiro, ou seja, tornou o ato ilegal, tanto que atualmente a presidência é ocupada por um grupo de pessoas que se apegaram a uma liminar precária.

O ocupação da cadeira presidencial pelo Vereador Felisberg e seu grupo custa a estabilidade política do município, que passa a afetar toda população pelo fato de que com toda celeuma, o Prefeito Aluisio fica sem governabilidade, ou seja, não consegue governar justamente por, apesar de ter uma base no Legislativo, os vereadores não trabalharem em harmonia dentro da casa de leis.

Diante de um revanchismo, em que em nome de alegado apoio, ou a falta deste a grupo A ou B, se deixa na gaveta projetos que precisariam ser apreciados o mais breve possível em prol do Poder Executivo.

O Vereador Marcos Sirley defende ainda que, caso o Presidente da Câmara não atenda o requerimento, que seja encaminhado expediente aos gabinetes dos vereadores para recuperação da legalidade da eleição.

E que diante disto, com base no artigo 16° do Regimento Interno, o vereador mais idoso inicie a sessão em caso de falta de presença da Presidência e coloque em votação.

Se estivesse preocupado com o bem estar da cidade, e confiante de que seu trabalho a frente da instituição é tão sólido e agradável aos seus colegas de parlamento, certamente Vereador Felisberg apreciaria a proposta de se legitimar no cargo, não por meio de liminar, mas por vencer no voto a voto, e convocaria nova eleição. A ver!

By Nilton