Uma nova reviravolta na Câmara Municipal de Vereadores em Açailândia pode acontecer a qualquer momento e desta vez, mais um vereador pode perder o mandato, como já ocorreu com o então vereador Kell.

Mas este caso é diferente, porém tão grave quanto, ocorre que consta que o Partido Podemos teria utilizado o nome de uma mulher, que supostamente ganhou R$ 5 mil reais, para manter candidatura fantasma.

O problema é que, o fato por si só , uma vez comprovado, e conforme se sabe, já foi denunciado para a Justiça, é suficiente para cassar o mandato.

Exemplo disso foi o que ocorreu em Miranda do Norte, no Maranhão, em setembro deste ano, em que a Juíza Jaqueline Rodrigues da Cunha cassou o mandato de seis vereadores com base em uma ação que apontava o uso de candidaturas femininas fictícias (ou laranjas) apenas para o partido atingir o coeficiente exigido pela Justiça Eleitoral.

By Nilton