Em imagens divulgadas pela revista Crusoé, Josimar de Maranhãozinho, deputado do Partido Liberal, aparece manuseando maços de dinheiro que, segundo a Polícia Federal, ouvida pela publicação, são produto direto de esquema envolvendo emendas parlamentares. O flagrante aconteceu em outubro do ano passado, no escritório político de Maranhãozinho.

Apesar das imagens apreendidas, nenhuma medida além das ações de busca e apreensão foi adotada até o momento, e o deputado segue no mandato.

Josimar de Maranhãozinho, que esteve na filiação do presidente Jair Bolsonaro ao PL, na quarta-feira (30/11), foi alvo de operação da Polícia Federal pela segunda vez em um ano. O objetivo, agora, era coletar provas da suposta participação no esquema de desvio de milhões de reais em verbas federais destinadas às áreas de saúde e obras públicas.

O deputado é ex-prefeito do município de Maranhãozinho e, hoje, lidera o diretório maranhense do Partido Liberal. Depois de dois mandatos como deputado estadual, foi eleito para uma cadeira no Congresso Nacional com votação recorde. Ele se candidatou ao governo do Maranhão.

Via Metrópoles

By Nilton