Por Linhares Jr

Conhecido no Maranhão como por sua falta de pudores em relação ao abuso de poder econômico, o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) começou a atuar na capital maranhense. Denúncia do procurador regional eleitoral no Maranhão, Juraci Guimarães Júnior, exige que sejam apuradas práticas de condutas abusivas de poder político e/ou econômico envolvendo a deputada estadual Detinha., pré-candidata do PL à Prefeitura da capital e esposa de Josimar.

Josimar e Detinha começaram a fazer vaçer suposto abuso de poder econômico em diversas áreas carentes e São Luis. No último dia 13, a “ação social Tenha Coração”, fez a distribuição de vales-compra de R$ 70 (setenta reais). A deputada Detinha foi amplamente elogiada pelos autores da ação. Além disso, a própria deputada, na sua página pessoal, postou foto de sua presença no local e demonstrou total apoio à ação.

Em maio o deputado federal já havia sido denunciado ao usar a pandemia politicamente ao parecer usando e distribuindo máscaras com o número do seu partido.

Detinha, que servirá como ponta de lança para a entrada de Josimar na política da capital, foi prefeita de Centro do Guilherme. A cidade foi apontada como em passado recente pela promotora de justiça Laura Amélia Barbosa como uma das mais miseráveis do país.

O deputado federal e ex-agente da Polícia Federal, Aluísio Mendes, já caracterizou Josimar de Maranhãozinho como “o maior bandido da região”.

“Por onde ele passa, ele deixa destruição. Rouba merenda, rouba da saúde, rouba da educação”, disse o deputado meses atrás.  

Aluísio já apontou o grupo político de Josimar como sendo uma quadrilha em diversas outras ocasiões.

“Josimar é um parasita que deve ser parado. E essas lideranças que estão se vendendo a ele deve tomar muito cuidado. A Polícia Federal pode bater-lhes na porta a qualquer momento”, disse um deputado que preferiu não se identificar.

By Nilton