Deputado apresenta projeto para cassar mandatos de políticos… desonestos. Projeto de lei tenta obrigar candidatos a registrarem propostas objetivas na Justiça Eleitoral, assim, como lista de mercado

O deputado Fernando Rodolfo (PL-PE) encontrou uma fórmula simples para tentar resgatar a imagem da classe política. No fim do ano passado, apresentou projeto de lei para obrigar os candidatos a registrarem propostas de campanha objetivas na Justiça Eleitoral.

Assim, como numa lista de supermercado, o Ministério Público e o próprio Judiciário poderiam cassar o mandato do político que promete e não cumpre. Já imaginou? O candidato a prefeito neste ano, por exemplo, registraria no TRE: duas pontes, 10 quilômetros de pavimentação, três ruas iluminadas… Depois de eleito, a Justiça fiscalizaria a lista num prazo determinado.

“Pode parecer uma sugestão excessivamente dura, mas evita-se, com este projeto de lei complementar, a proliferação, tão nociva à sociedade e ao país, dos demagogos, dos políticos desonestos e dos falsos salvadores da pátria”, diz o deputado na justificativa da matéria.

Em tempo, a matéria está nas comissões da Câmara e tem um longo caminho a percorrer até virar lei.

Coluna Radar, da Veja

By Nilton