A Câmara aprovou hoje (01/07), a Proposta de Emenda à Constituição que adia as eleições de 4 de outubro para o dia 15 de novembro… E o segundo turno em 29 de novembro.

Com 402 votos favoráveis e 90 contrários, 4 abstenções no primeiro turno, e por 407 a 70, com uma abstenção, no segundo, a Casa aprovou na íntegra o que o Senado já havia votado.

Mas para a PEC passar na Câmara foi preciso ceder à barganha de deputados, que exigiram a manutenção do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) sem perdas (decorrentes da queda de arrecadação) até o fim do ano e a retomada da inserção de propaganda partidária gratuita na televisão e no rádio. O que deverá ser aprovado também no Senado.

A PEC altera desde as datas do pleito até uma série de outras etapas do calendário eleitoral, permitindo agora inclusive que partidos façam convenções e reuniões para escolha de candidatos e formação de coligações virtualmente.

By Nilton