ByNilton

set 11, 2020
 

O município de São Francisco do Brejão, é conhecido como a Capital do Leite, por ser o maior produtor de leite do estado do maranhão, tem seus produtores vivendo em situação difícil, a única causa: o monopólio instalado no município por um laticínio, o único comprador e que decide o quanto quer pagar por litro de leite do produtor rural.

A exploração dos produtores do Brejão vem prejudicando a economia e o desenvolvimento da cidade, na medida que o monopólio predatório impede por meio de ameaça e força que outros laticínios da região possam comprar leite na cidade pagando entre 30 e 50 centavos a mais por litro e que no fim do mês seria a diferença entre ter lucro e o prejuízo certo que por anos os produtores de leite vem sofrendo.
Durante a produção desta matéria falei com empresários do ramo de laticínios em Açailândia que relatam que sofreram ameaças quanto tentaram comprar leite em Brejão, pagando valor justo ou seja, valor superior ao que o laticínio que explora o monopólio da cidade paga.

Os preços praticados hoje em brejão, gira em torno de um real e trinta centavos por litro, e se o produtor quiser, caso contrário terá que jogar sua produção fora, já que outros laticínios não conseguem sequer entrar na cidade, o caso é de polícia, já que praticamente está coagindo os produtores a entregar o fruto do seu trabalho a preços muito abaixo do praticados no mercado que já é de quase dois reais por litro de leite.

By Nilton