AÇAILÂNDIA – Em matões, cidade governada pelo irmão do saudoso médico e presidente da Assembleia do Maranhão, Humberto Coutinho, as normas da Organização Mundial da Saúde (OMS) são desrespeitadas. Ferdinando Coutinho tem provocado várias aglomerações, tanto na cidade, quanto na zona rural, ultimamente o Ferdinando é visto com frequência em reuniões volumosa com correligionários, justamente em um momento que o município registra os maiores índices de contaminações por COVID-19. A própria rede social da Prefeitura denuncia à situação e mostra o último óbito registrado na cidade nesta terça-feira, 28 de julho, um idoso de 68 anos foi vencido pelo Coronavírus, como mostra uma nota de pesar da secretaria de saúde do município. A situação é tão grave em Matões que para se ter uma ideia um dos povoados da cidade conhecido por “mandacaru” já registrou 26 casos de COVID-19.

Mesmo diante destes números, os próprios governantes incitam as aglomerações, a exemplo, tem um convite circulando nas redes sociais intimando aliados para uma reunião nesta quarta-feira, 29 de julho, o convite é disseminado por um pré-candidato a vereador e o bate-papo como se refere o convite está marcado para acontecer na casa do próprio Ferdinando Coutinho, o Grandão, como é chamado por lá. Em algumas cidades Brasil a fora a justiça já tem atuado no sentido de manter a ordem, distanciamento e a preservação de vidas, seguindo as recomendações da ciência, resta saber de Matões será descoberta por essa mesma justiça.

 

By Nilton