Presidente do TRE/MA anuncia que vai processar o prefeito de Açailândia

Após chegar ao poder, o prefeito Juscelino perdeu o sentindo de sua conduta. Em entrevista a rádio FM Sorriso de Açailândia no dia 14 de dezembro de 2018, o gestor público disse que o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, Cleones Cunha, “saqueou” as contas da Prefeitura de Açailândia ao pedir o sequestro do valor de R$ 741.759,23 referente aos precatórios pendentes de pagamento do município. A grave acusação voltou a ganhar repercussão e o desembargador do TJMA, informou que vai processar o prefeito por tais declarações.

De acordo com Cleones Cunhas, a fala de Juscelino Oliveira foi irresponsável, afinal na condição de desembargador, ele não poderia deixar de decidir pelo sequestro do recurso, uma vez que existia um débito imenso de precatórios em Açailândia. O magistrado explica, que caso não tomasse a medida, ele poderia responder pelo ato de improbidade administrativa, ou seja, ele agiu dentro da lei.

A declaração do presidente do TRE/MA foi dada na noite desta quinta-feira (28), após a ampla repercussão que ganhou a divulgação da fala do prefeito Juscelino Oliveira, divulgada neste blog.

Naquela oportunidade, o prefeito Juscelino ainda chegou a se justificar explicando que ao falar que “saquear as contas municipais” tem a ver com a surpresa com que foi tomado pelo sequestro de valores do FNDE para pagamento de precatórios, referente a dívidas contraídas há décadas (não em sua Administração) pelo município de Açailândia. Porém, a explicação não foi suficiente para Cleones Cunha.

Enquanto isso, aliados do prefeito Juscelino Oliveira dão conta que ele está em São Luís em busca de uma liminar para manter o seu grupo no comando da Câmara Municipal de Açailândia, uma vez que ele deseja solicitar um empréstimo no valor de R$90 milhões e precisa ter o controle da Casa para garantir essa manobra política.


Desenvolvimento e Hospedagem: