PIAUÍ: Acusada de matar pai e filho no Piauí ‘foge’ para SP e conta detalhes do crime em rede social.

Um crime violento chocou a população do município de Floriano, no Sul do Piauí, na última sexta-feira (11), quando pai e filho foram mortos a tiros na PI-140. No dia do crime, a suspeita identificada como Francineia e um amigo de nome Denis, atiraram e mataram Fabrício da Costa Reis, de 37 anos, Douglas Ribeiro da Silva, de 18 anos. Na ocasião, Denis acabou sendo baleado, foi levado ao hospital e preso, já principal suspeita do crime conseguiu fugir e desde então é procurada pela Polícia.

Quatro dias após o crime, já nesta terça-feira (15), a suspeita identificada como Francinéia Conha, mais conhecida como Mell, postou um relato em sua rede social onde confessa o assassinato e diz, que o amigo Denis, que estava com ela no momento do crime, não tem relação com o caso.

A jovem confirma a versão apresentada pela Polícia Civil de que o crime foi motivado por vingança. Já que Mell queria vingar a morte do pai, morto há mais de 10 anos por Fabricio da Costa Reis, que chegou a cumprir 12 anos de prisão pelo crime, mas foi solto e acabou morto pela filha do homem que ele matou.

Sobre a morte do filho de Fabrício, um jovem identificado como Douglas, de 18 anos, a suspeita disse que não tinha a intenção de matá-lo, mas ele estava no local errado e tentou intervir na morte do pai, estando também, segundo ela, armado.

“Fui mais rápida, agradeço a Deus por me dar este livramento, não queria o filho, só queria o pai, mas”, disse a jovem.

Na postagem, a jovem ainda marca o local para onde teria fugido, que seria no estado de São Paulo.

Desenvolvimento e Hospedagem: