Cerca de 1,5 mil rebeldes sírios e seus familiares deixam Guta Oriental

Cerca de 1,5 mil combatentes de grupos rebeldes sírios, seus familiares e outros civis deixaram nas últimas horas a região de Guta Oriental, perto de Damasco, em virtude de um acordo com as autoridades, informou neste sábado (31) o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

O comboio, formado por mais de 100 ônibus, é dividido em dois grupos que se dirigem a região da província de Idlib (norte). Eles fazem uma escala na província de Hama (centro).

Com essas pessoas, a ONG informa que 42 mil pessoas já deixaram Guta Oriental em direção à Idlib. A retirada faz parte de um acordo entre facções islamitas e aliados do governo sírio.

De acordo com dados do Observatório, pelo menos 107 mil pessoas fugiram de lugares em poder dos grupos islâmicos e de áreas controladas pelo exército sírio através dos corredores humanitários.

A ONG informou ainda que forças leais ao presidente Bashar al-Assad continuam mobilizando tropas ao redor de Duma, a única cidade de Guta Oriental que permanece em mãos dos rebeldes.

Por Agencia EFE

Desenvolvimento e Hospedagem: